“QUANDO AS SOMBRAS AMEAÇAM O CAMINHO, A LUZ É MAIS PRECIOSA E MAIS PURA."

(Espírito Emmanuel, in "Paulo e Estêvão", romance por ele ditado a Chico Xavier)

Meus Amigos e blogAmigos!

sexta-feira, 10 de junho de 2011

O "JOÃO GILBERTO" DE PARANAVAÍ


Hoje JOÃO GILBERTO (Prado Pereira de Oliveira) completa 80 anos. Um Gênio baiano da só nossa Bossa Nova.

É data de grande alegria, pra ele e também pra nós que tanto amamos e nos dedicamos ao estudo da música – desde os 12 anos de idade –, então influenciados que fomos pela Beatlemania e a Jovem Guarda.

O jeito de JOÃO ferir sincopadamente as cordas do violão, é estilo unicamente seu, e fez escola mundo afora. Indiscutível!


Dentre os apaixonados seguidores de seu estilo de tocar bossa nova na sua forma mais pura, mas dos poucos a conseguirem tirar o mesmo toque e efeito, está um grande amigo, que em JOÃO se inspirava, com absoluta maestria, empunhando um violão ou guitarra:

falo de

ODAIRZINHO



nessa forma diminutiva mas carinhosa que a gente sempre dá a quem gosta e admira de verdade.

Já disse isso certa vez no blog (que inexplicavelmente perdi), mas imprescindível é repetir: quando ainda iniciantes na arte, víamos ODAIRZINHO tocando seu violão em rodas de amigos ou em apresentações nos bailes - já com uma guitarra por força das bandas -, fazendo aqueles acordes que mais pareciam verdadeiras “aranhas” – depois descobriríamos que aquilo se chama “dissonante” –, tamanha era a abertura e a desenvoltura dos dedos de sua mão esquerda, e com um toque cheio de quebradas rítmicas engenhosamente colocadas, som puro, temos de agora fazer DUAS confissões:

1ª – ficávamos literalmente boquiabertos com o belo efeito sonoro conseguido por ODAIRZINHO ao seu violão;

2ª – foi a partir dele, ODAIRZINHO, que – sem que ainda pessoalmente à época soubéssemos aqui no interior acerca da genialidade de João Gilberto – passamos a estudar harmonia de violão com outra visão, a do profissional, mesmo que a vida nos encaminhasse para outros ofícios. Estudos que prosseguimos até hoje...

JOÃO GILBERTO hoje deve estar recebendo NESTA SUA DATA todas as justíssimas homenagens pela impressão de sua marca pessoal na música brasileira, na bossa nova.

Todavia, pedindo vênias ao Gênio aniversariante, particularmente quero nesta data homenagear nosso amigo e não menos genial, ODAIRZINHO, de Paranavaí (Paraná), nossa terra natal, apresentando aqui uma gravação que ele próprio fizera, ainda que de modo rudimentar, cantando em sua casa, em momento de grande paz interior, a partir de um original a nós cedido por sua filha e editado no Estúdio Genius, do grande amigo e radialista, Joaquim de Paula.

Detalhe: Odairzinho está há anos acamado, em estado vegetativo, sendo cuidado com todo carinho e amor por sua esposa e filha, em Rondon (PR), a quem pretendemos visitar em breve. Versos da canção WAVE justificam:


"...Os olhos já não podem ver
Coisas que só o coração
Pode entender...
"

Então ouça aqui

video,

ODAIRZINHO cantando "WAVE",
canção de Tom Jobim, gravada em 1977 por João Gilberto, no LP "Amoroso".

Imagem 1: by web
Imagem 2: by arquivo pessoal jrb

7 comentários:

  1. Olá Balestra. Hoje vim agradecer as palavras de incentivo deixadas no Arca no post de minha filha. Obrigada, amigo. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Olá, José Roberto.
    Bonito este seu gesto de homenagear.
    O mundo fica mais vivível quando homenageamos os ídolos e também os amigos, que se tornam igualmente nossos ídolos, como é o caso do Odairzinho. Amigos assim estão mais perto do coração da gente, e nos fazem sentir que somos, mais ainda, humanidade.
    Abs.

    ResponderExcluir
  3. Quando vc escreve a sua historia de vida, jamais sera esquecida. Balestra hoje vcs me fizeram chorar de emoçao,a voz do meu irmáo voltou a soar aos meus ouvidos,e voltei ao passado me fazendo lembrar das minhas caminhadas para vender os bailes dos piratas e Apolo 6-Eu vendia os sonhos dos garotos que pensavam um dia ser famosos,os anos foram se passando e aquele grupo de sonhadores foram se perdendo pelos caminhos da vida designados por Deus.Os que foram convocados para o andar de cima,nos deixando com muitas saudades.Toninho despachante,Arnaldo somenzari,Miguelzinho da HM,Dudu irmáo do Arnaldo,Mauro de vitro,Augusto dos Fermatas, e talves outros que náo tomei conhecimento.Balestra a mais triste e dolorosa de todos foi perder este menino que vcs homenageia.Faz 1 ano e dois meses que o Odair foi juntar aos amigos, que se foram para o andar de cima e formar uma banda para alegrar no céu,centenas de Paranavaeses que la estaó.Balestra náo tenho palavras para agradecer a vc e ao Joaquim de Paula,so tenho a dizer,vcs e a continuaçao daqueles jovens sonhadores que muito fez pela musica e poesias de nossa cidade.Abraços Anito

    ResponderExcluir
  4. Oi Balestra,

    Bacana a homenagem a ODAIRZINHO, ele tem um que de João, muito bom mesmo. Passe no meu blog Pouco de Jazz, lá tem muito joão, espero que goste.
    http://danjazzpoucodetudo.blogspot.com/search/label/Jo%C3%A3o%20Gilberto
    Continue sempre homenageando os amigos, eles merecem.

    Abraços e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  5. obrigado Balestra,estava com muita saudade da voz de meu pai ...............

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Tigrão! Foi com grande alegria que recebi seu comentário aqui e pelo gmail, depois de 45 anos, hem!? Imagino que você tenha visto aí na coluna da direita, a nossa fotografia dos tempos do Embalo. Você ali concentrado tocando o sino... rsrsrs E eu lá na ponta direita, empunhando a mesma guitarra que antes de mim fora tocada pelo saudoso Odairzinho... compare as imagens (rsrsrs). Abração, e muito obrigado por acessar meu modesto blog.

      Excluir