“QUANDO AS SOMBRAS AMEAÇAM O CAMINHO, A LUZ É MAIS PRECIOSA E MAIS PURA."

(Espírito Emmanuel, in "Paulo e Estêvão", romance por ele ditado a Chico Xavier)

Meus Amigos e blogAmigos!

domingo, 7 de agosto de 2016

VANDER LEE: O DOMADOR-POETA-CANTOR QUE LAÇAVA ACORDES E VERSOS


Quase toda noite gosto de sair para o jardim de meu quintal à frente da casa, onde me ponho solitariamente às reflexões da vida enquanto do mosaico da calçada observo os verdes vários vivos que do chão brotam; o olivado da grama esmeralda tapetando, o verde-amarelado dos crótons e dos pingos-de-ouro iluminando o ambiente, o verde-alface dos buxinhos (com xis mesmo), o das folhas do manacá-da-serra ocultado pelas lindas flores roxas da época, algumas flores vermelhas avulsas destoando, todos contrastando com a candura branca das pedras dolomitas e os marrons das cascas de pinus que dormem seus silêncios às bordas.

São momentos curtos meus, porém, o bastante para a extensão e a profundidade de meus pensamentos fluírem acerca dos fatos da vida presente e passada, todavia, sem grandes ansiedades pelo porvir, porque, enquanto desapegado, também creio que ele, o futuro, realmente a Deus pertence, como bem o diz o salmista no Livro-Santo: “Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará.” (Salmos 37:5).

Na sexta-feira à noite, fui sobressaltado por uma notícia que me deixou deveras comovido:  o desencarne do ainda jovem cantor e compositor mineiro Vander Lee, a quem, enquanto músico que desde os 12 anos de idade procurei ser, descobri por volta de 2010, através duma canção cuja letra altamente inspirada e profunda, a tomei como legítima oração ditada pela voz de um coração-poeta em eterna definição das dores da alma que ama. Era a canção “Onde Deus possa me ouvir”.  À época a publiquei num post aqui

Dali em diante, como é comum a todo fã verdadeiro que não se embaraça em confessar sua afeição pela obra de um artista, passei a procurar vídeos e a ouvir a harmoniosa voz de Vander Lee, a tirar suas músicas ao meu violão, a assimilar as riquezas harmônicas das canções, em geral por ele construídas com acordes dissonantes vibrantes como os girassóis de Van Gogh, em movimento vivo constante feito o das bailarinas de Edgar Degas, com semelhante sentimento de impacto dos acordes de uma Ave Maria de Gounod sobre certo prelúdio de Bach.

Ontem à noite tornei ao jardim. Olhando vagamente às plantas e ao firmamento, as canções de Vander Lee vibrando em meus ouvidos e a lembrança de que seu corpo descera à campa por volta das 10 da manhã desse sábado, e que assim sua obra estava definitivamente demarcada no tempo pelo Criador do Universo, tudo isso me fez conjeturar sobre a pequena compreensão que temos sobre o quão breve e complexa é nossa passagem por este Plano.

Por um lado as alegrias na abertura dos jogos olímpicos no Rio de Janeiro e, por outro, a comoção que havia pouco mais de quatrocentos quilômetros dali tomava conta da família e dos circunstantes que madrugada adentro faziam o guardamento do corpo de um poeta-cantor “VANDER LEE”, registrado Varderli Catarina e nascido em Belo Horizonte em 03.03.1966, chamado que fora pelo Divino Pai Eterno para a Volta à Origem, não obstante seus cinquenta anos completos, mais da metade deles vivendo e cuidando de sua família com os resultados de seu talento na música, e que planejara em 2017 comemorar os vinte anos profissionais de arte e poesia através de um CD recém gravado no Rio de Janeiro. Tudo isso foi interrompido pelo Chamado.

Mas se esse fato surpreendeu a todos, com certeza não a ele Vander Lee, porque havia muito que já se preparara para a Volta, escrevendo uma conversa sua com o Divino Pai Eterno, que lindamente musicara, intitulada “Alma nua”, cuja partitura o acompanhou na última morada, como manifestara ser seu último desejo.

Enfim, se é certo que o artista deixou este Plano, que ficamos mais pobres pela falta de seu talento entre nós, dúvidas não tenho de que seu espírito hoje é mais uma estrela fulgurante no Firmamento. Assim, nestas linhas de fã de sua obra que sou, rendo-lhe minha modesta homenagem: MEDALHA DE OURO PARA O LUMINAR INTENSO DE VANDER LEE E SEU VIOLÃO QUE SE CALOU! 

Descanse em PAZ, Menino-Poeta! Um dia todos nos reencontraremos…



Foto: by Jornal Tribuna Hoje

domingo, 17 de julho de 2016

CHAS CHANDLER, o baixista d'A CASA DO SOL NASCENTE


Hoje faz 20 anos que Bryan James “CHAS CHANDLER” (18.12.1938 - 17.07.1996) morria em Londres, vitimado por um aneurisma na aorta.

CHAS CHANDLER era inglês, e também foi produtor musical, mas ficou conhecido como o contrabaixista do grupo THE ANIMALS, uma banda de rock britânica dos anos 60, formada em Newcastle, cidade do condado metropolitano de Tyne and Wear.

Essa banda hoje em dia ainda é reconhecida por seu hit da época, 1964, “The house of rising sun” (“A casa do sol nascente”), uma música folclórica americana cuja letra fala de uma vida mal-sucedida em New Orleans, no Estado da Louisiana.

A sequência harmônica dessa melodia, por ser de facílima execução, em geral é das primeiras que todo violonista ou guitarrista principiante popular aprende a tocar.


Nota: no vídeo Chas é o músico à esquerda 

CHAS CHANDLER foi quem conduziu o maior guitarrista de todos os tempos à fama, Jimi Hendrix, a quem conheceu tocando num local nova-iorquino chamado Cafe Wha?

Em seguida Chas levou Jimi para Londres onde, em outubro de 1966, juntou a ele dois outros músicos ingleses, Noel Redding no baixo e backing vocal, e Mitch Mitchell na bateria. E assim estava formada a histórica banda “JIMI HENDRIX EXPERIENCE”.

Chass tornou-se agente-empresário da banda e permaneceu durante toda a sua breve existência, de 1966 a 1970, quando nas primeiras horas de 18.09.1970 falecia Jimi Hendrix, em circunstâncias nunca bem esclarecidas totalmente.

Chas gostava de tocar baixo num instrumento da marca americana Gibson, modelo EB2. 












Fontes e imagens: by web

sexta-feira, 8 de julho de 2016

segunda-feira, 27 de junho de 2016

O FAMIGERADO DE CORDISBURGO



Em Cordisburgo, Minas Gerais, hoje é só festejo
Pela saudade do filho mais sublime;
Há 108 anos lá nascia Joãozito,
Cristianizado como João Guimarães Rosa,
E abençoado como o Escritor-Mor das Gerais.


 


FAMIGERADO



Imagem: by web ("Joãozito" é João Guimarães Rosa ainda menino)

sábado, 7 de novembro de 2015

A CANÇÃO FEITA PARA UM DE MEUS HERÓIS...


... D'INFÂNCIA...

aqui nas afinadíssimas vozes brasileiras de:
CHRYSTIAN  &  RALF






R O Y   R O G E R S

by Sir Elton John & Bernie Taupin


Sometimes you dream, sometimes it seems
There's nothing there at all
You just seem older than yesterday

And you're waiting for tomorrow to call

You draw to the curtain and one thing's for certain
You're cozy in your little room
The carpet's all paid for, God bless the TV

Let's go shoot a hole in the moon

And Roy Rogers is riding tonight
Returning to our silver screens
Comic book characters never grow old

Evergreen heroes whose stories were told
Oh the great sequin cowboy who sings of the plains
Of roundups and rustlers and home on the range
Turn on the TV, shut out the lights
Roy Rogers is riding tonight

Nine o'clock mornings, five o'clock evenings

I'd liven the pace if I could
Oh I'd rather have a ham in my sandwich than cheese
But complaining wouldn't do any good

Lay back in my armchair, close eyes and think clearly

I can hear hoofbeats ahead
Roy and Trigger have just hit the hilltop

While the wife and the kids are in bed
Às vezes você sonha, às vezes parece
Que não há nada lá afinal
Você apenas aparenta estar mais velho que ontem
Aguardando o amanhã te chamar

Você puxa as cortinas e uma coisa é certa

Você está confortável em seu quartinho
Seu tapete está todo pago, Deus abençoe a tevê
Vamos fazer um buraco na lua

Roy Rogers está cavalgando esta noite
Retornando às nossas telas prateadas
Personagens dos quadrinhos nunca envelhecem
Eternos heróis cujas histórias foram contadas
O grande caubói de lantejoulas que gorjeia nas planícies
De rodeios e sussurros e que mora na montanha
Liguem a tv, apaguem as luzes
Roy Rogers está cavalgando esta noite

Acordar às 9h das manhãs, me recolher às 5h das tardes
Eu viveria neste ritmo se pudesse
Oh, eu preferiria um presunto em meu sanduíche de queijo
Mas queixas não resultam em nada de bom

Recosto na minha poltrona, fecho os olhos e penso com clareza

Consigo ouvir batidas de cascos à frente
Roy e Trigger acabam de atingir o topo da colina
Enquanto a esposa e as crianças estão na cama





terça-feira, 6 de outubro de 2015

...numa moto? Sim, ELE!






"Não se adia um dia 
porque há dias e dias sim;
nuns pisamos espinhos descalços 
noutros vencemos pelo mocassim."
by JRB






JESUS NUMA MOTO



Preso nesta terra
De ossos, carne e sangue,
Dando ordens a quem não sabe,
Obedecendo a quem tem


Só espero a hora,
Em que o mundo estanque,
Pra me aproveitar do conforto,
De não ser mais ninguém.


Refrão:

Eu vou virar a própria mesa,
Quero uivar numa nova alcatéia,
Vou meter um "Marlon Brando" nas ideias, 

E sair por aí...


Pra ser Jesus numa moto,
Che Guevara nos acostamentos,
Bob Dylan numa antiga foto,
Cassius Clay antes dos tratamentos,

Resultado de imagem para easy riderJohn Lennon de outras estradas,
      Easy rider, dúvida e eclipse,
São Tomé das Letras apagadas,
E arcanjo Gabriel sem apocalipse.



Nada no passado,
Tudo no futuro,
Espalhando o que já está morto,
Pro que é vivo crescer.


Sob a luz da lua,
Mesmo com sol claro,
Não importa o preço que eu pague,
O meu negócio é viver!

Curiosidade: AQUI, numa entrevista, o saudoso e sempre bem-humorado Zé Rodrix explica como lhe surgiu a inspiração e os fundamentos 'captirados' do cotidiano para compor esta canção. Coisa de gênio mesmo!

Imagens: by web



domingo, 20 de setembro de 2015

NINGUÉM ESTÁ ABANDONADO



Não estais a sós, ninguém está abandonado

“Aqui nos encontramos para produzir as bênçãos de Deus dentro de nossas existências. Vivem-se hoje, na Terra, crises de muitas denominações. A criatura humana perdeu o endereço de Deus e, por isso, também perdeu o endereço de si mesma. O prazer, as utopias, as necessidades do encantamento frívolo, as distrações preenchem os espaços do viajante terrestre que viaja sem saber exatamente para onde. Não é de estranhar as pessoas se interrogando: qual é o objetivo essencial da minha vida? 
Detalhe do quadro do Dr. Bezerra de Menezes, exposto na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.Se dúvidas e incógnitas pairam nas vossas interrogações existenciais, abri o evangelho de Jesus e leia uma frase, leia um artigo que possa significar resposta dos céus às sombras do desencanto, e deixai-vos arrastar pela misericórdia do Senhor. Não estais a sós, ninguém está abandonado, mas é natural que para identificar o acompanhamento, consulte-se a consciência. Busque o silêncio interior para escutar a música delicada do mundo espiritual. 
Estais convidados para implantar o reino de Deus na Terra, não vos aflijais, tende tento, tornai preciosas as vossas vidas. Falamos a Deus, orando. Deus nos responde, inspirando-nos. E quando o Pai deseja ajudar alguém, utiliza-se de nós para o socorro. Tornai-vos as mãos de Jesus acariciando a dor, a palavra de conforto moral do Mestre apontando caminhos, os pés que andam ao lado do padecente para impedir que ele tombe. 
Vós sois os chamados desta hora, reflexionai. Filhas e filhos queridos, o Senhor necessita de nós, quanto Dele necessitamos. Este é o nosso momento divino de libertação. Contemplemos os prazeres que já fruímos e verificaremos que passaram, deixaram sabor amargo ou um desejo de tormentosa repetição. Mas se nos deleitarmos com a presença de Cristo dentro de nós, então, a paz, a perfeita alegria e a esperança tomarão conta das nossas vidas. Sede alegres, viveis em paz. 
São os votos dos espíritos amigos aqui presentes, que nos pedem para transmitir-vos a mensagem da sua afetividade. 
Com carinho, o abraço terno do velho servidor e humilde amigo paternal Bezerra de Menezes
Muita paz, meus filhos."

**Mensagem psicofônica ditada no dia 13 de setembro de 2015 pelo ESPÍRITO ADOLFO BEZERRA DE MENEZES, por intermédio do médium Divaldo Pereira Franco, no encerramento da sua conferência da 62ª Semana Espírita de Vitória da Conquista, no Estado da Bahia. 


Fonte: texto by Blog do Dirceu Rabelo
Imagem: by detalhe de Bezerra de Menezes em quadro exposto na Câmara Municipal do Rio de Janeiro - BOAVONTADE.COM - PORTAL DA ESPIRITUALIDADE ECUMÊNICA

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Uma segunda-feira de primeira



by JRB


Sob o céu cinza deste dia

A chuva calma e bendita

Calou a brasa do calor que fazia

Acalmou toda a agonia


Da alma ignota então aflita..."



Tudo isto me lembra Etta e sua canção:  


domingo, 28 de junho de 2015

SUPREMA VENTURA DO EGOÍSMO




EGOÍSMO

by Álvaro Armando*


É por meu próprio bem que eu quero o bem alheio;
Porque busco ser bom é que me torno egoísta,
Pois, a todo momento, olhando o mundo, anseio
Transformar em prazer o que me passa à vista.


O pranto me horroriza, os lamentos odeio,
Apavora-me a dor que os corações contrista;
Quanto o prazer é belo, o sofrimento é feio,
À luz espiritual do meu senso de artista.


E jamais direi "não" a quem meu "sim" procura;
Compelido a julgar, prefiro ser mau juiz,
A criar com o castigo uma nova amargura.

E se a alguém já fiz mal, a mim mesmo é que o fiz;
Pois é, do meu egoísmo, a suprema ventura
Ver, em redor de mim, todo mundo feliz.



*Pseudônimo da jornalista, cronista e poeta, HELENA FERRAZ de Abreu (1906-1979),
filha do poeta pernambucano Manuel BASTOS TIGRE (1882-1957)

Imagem: by web


sexta-feira, 15 de maio de 2015

O Rei do Blues, B. B. KING, partiu com sua Lucille



Os ecos desta canção de B. B. King devem estar viajando entre as estrelas do firmamento, enquanto nós ignotos músicos ficamos por aqui, para o resto da caminhada de cada um, que esperamos, seja longa e alegre igual à dele aos 89 anos.  

Já estou com saudades... dessas palhetas dóceis dele nas cordas de sua eterna amiga LUCILLE, sua guitarra do coração... da nota única que ele tirava mas que abrangia tudo da técnica e ia acabar desaguando dentro do coração emotivo de músicos e fãs. 


Que seu Espírito esteja agora com Deus, B.B. King! 

Muit'obrigado pelas lições musicais que contigo muito cedo aprendi, e as alegrias que elas me deram, e que ainda continuarão até quando eu puder com elas brincar em meus instrumentos...  


  



GUESS WHO

Someone really loves you
Guess who
Someone really cares
Guess who
So open your heart
Oh, then surely you'll see
Oh, that the someone who really cares is me

Someone will wait eternally
Someone who'll want your love
Oh so desperately

Open your heart
Oh, then surely you'll see
Oh, that the someone who really cares

Who really cares is me







ADVINHA QUEM

Alguém realmente te ama
Adivinha quem
Alguém realmente se importa
Adivinha quem
Então abra o seu coração
Oh, então certamente você verá
Oh, que há alguém que realmente se importa comigo

Alguém vai esperar eternamente
Alguém que vai querer seu amor
Oh tão desesperadamente

Abra o seu coração
Oh, então certamente você verá
Oh, que há alguém que realmente se importa
Quem realmente se importa comigo

domingo, 10 de maio de 2015

À DONA ELVIRA, SIMPLESMENTE MINHA MÃE




...QUERIDA MAMÃE ELVIRA,
O CÉU TAMBÉM DEVE ESTAR EM FESTA...

PORQUE

HOJE É SEU DIA,
O "DIA DAS MÃES" 
aqui neste Plano,
a Terra,
lugar e tempo de passagem breve para o
aperfeiçoamento espiritual de todos nós.


Saudades, muitas...

No vídeo minha singela homenagem À SENHORA!


Com a sua bênção.


...de seu sempre caçula, 
Zuza 






Imagem: arquivo pessoal de JRB

sábado, 4 de abril de 2015

Na manhã de...




HOJ'AMANHECI OUVIND'UMA VOZ ASSIM:




OVER THE RAINBOW
Somewhere over the rainbow, way up high
In the land that I heard of once, once in a lullaby.
Somewhere over the rainbow, skies are blue
And the dreams that you dare to dream really do come true.

Someday I'll wish upon a star
And wake up where the clouds are far behind me.
Where troubles melt like lemon drops
Away above the chimney tops
That's where you'll find me.

instrumental

Someday I'll wish upon a star
And wake up where the clouds are far behind me.
Where troubles melt like lemon drops
Away above the chimney tops
That's where you'll find me.

Somewhere over the rainbow, skies are blue
And the dreams that you dare to dream really do come true.
If happy little blue birds fly
Above the rainbow why, oh why can't I?

EM ALGUM LUGAR ALÉM DO ARCO-ÍRIS
Em algum lugar além do arco-íris, lá no alto
Num lugar que ouvi falar uma vez em uma canção de ninar.
Em algum lugar além do arco-íris os céus são azuis
E os sonhos que você ousa sonhar se realizam de verdade.

Um dia vou fazer um desejo para uma estrela
Acordar onde as nuvens estão bem atrás de mim.
Onde os problemas se derretem como gotas de limão
Onde você ultrapassa o alto das chaminés
É lá que você vai me encontrar.

instrumental

Um dia vou fazer um desejo para uma estrela
Acordar onde as nuvens estão bem atrás de mim.
Onde os problemas se derretem como gotas de limão
Onde você ultrapassa o alto das chaminés
É lá que você vai me encontrar.

Em algum lugar além do arco-íris os céus são azuis
E os sonhos que você ousa sonhar se realizam de verdade.
Se passarinhos azuis voam felizes
Além do arco-íris por que, porque eu não posso?



Sonhos não morrem, apenas adormecem no peito da gente, onde debaixo de sete chaves guardamos os Amigos, “... mesmo que o tempo e a distância digam “não, como ensina o poeta-cantor naquela canção: há 41 anos hoje eu tocaria profissionalmente meu último baile com os Amigos na banda dos nossos sonhos tão comuns... Fica aqui meu abraço sincero a eles Todos, onde estiverem. Saudades de vocês!!
  

sexta-feira, 3 de abril de 2015

MÊS MORTO





MÊS MORTO




Março, mês morno,
Macambúzio, maçante.

Macilento, madurou e...

... sem posts morreu num mar
d'emes mortos. Melhor mesmo!


Imagem: by web